Destaques LSCA

Custeio para desenvolvimento de projetos à terceira idade

[Custeio para desenvolvimento de projetos à terceira idade] Custeio para desenvolvimento de projetos à terceira idade

O Lar Santa Clara de Assis vem mantendo já há algum tempo uma parceria com a STDS - Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Governo do Estado do Ceará, com o objetivo de concorrer à subvenção social para o desenvolvimento de projetos de assistência social voltados às pessoas da 3ª idade.

As parcerias são firmadas através da publicação em edital do Governo do Estado das instituições que irão participar. Através dessa publicação, começa-se o trâmite com a análise de documentos que são preparados e enviados a esta Secretaria, sendo posteriormente aprovados ou não.

Equipe para elaboração dos projetos

Para a elaboração e montagem desses projetos, fez-se necessária a formação de uma equipe, onde participam os seguintes membros: Diretor-Presidente: José Leudo Xavier; Vice-Presidente: Maria do Socorro Pitombeira; demais membros: Maria da Conceição Barbosa, Maria Nair Maciel dos Santos Silva, Necilda Maciel dos Santos, Rosa Cristina, Leônidas Xavier da Silva Filho e Leidiane Maria Pitombeira Xavier (psicóloga e filha do casal José Leudo Xavier e Maria do Socorro), que se revezam dia e noite para a conclusão dos projetos.

Existem também alguns voluntários que fortalecem a apresentação desses projetos. Do Conselho Fiscal: José Leudo Xavier (Diretor-Presidente), Maria do Socorro Pitombeira (Vice-Presidente), Maria Ilza dos Santos (1ª Tesoureira), Maria do Socorro Pinheiro de Freitas (2ª Tesoureira), Landyane de Sousa Xavier (Secretária), José Ivan Araújo Lima, Geraldo Zacarias Maia Brito e Maria da Conceição Barbosa. Demais voluntários: Dr. Francisco de Assis Bezerra Nunes (Médico Anestesista), Dr. André Rodrigo de Oliveira Caminha (Médico Gerontologista), Kamila de Oliveira Pascoal (Nutricionista), Aida Aline Gondim Guimarães Araújo (Contadora), Dr. José Edson Matoso Rodrigues (Advogado), Leidiane Maria Pitombeira Xavier (Psicóloga), Rosa Cristina Pereira Regis (Pedagoga), Udja Clara Matoso Ferreira (Assistente Social).

Parceiros do Lar Santa Clara

Existem também alguns órgãos que oferecem suas parcerias: Secretaria do Trabalho e Assistência Social do Município, CMDI - Conselho Municipal dos Direitos do Idoso, SEMUS - Secretaria Municipal de Saúde, CMAS - Conselho Municipal de Assistência Social, HCSR - Hospital e Casa de Saúde de Russas e OFS - Ordem Franciscana Secular.

Projetos já aprovados e em funcionamento

O Lar Santa Clara de Assis tem sido contemplado com estas subvenções desde o ano de 2011. Até o presente momento, já foram realizados e encontram-se em funcionamento os seguintes projetos: 2011 - Projeto Qualidade de Vida na Terceira Idade; 2012 - Projeto Construindo Cidadania e Autonomia na Terceira Idade; 2013 - Projeto Cidadania Ativa: Uma Nova Realidade Para o Idoso; 2014 - Projeto Acolhimento, Proteção, Convivência e Vida Saldável na 3ª Idade.

Com relação aos recursos enviados, normalmente são repassados em três parcelas (depositados em conta corrente da instituição). Após ser feita a aplicação dos recursos, imediatamente é realizada a prestação de contas de todo o valor investido por parcela, mediante demonstrativos e documentos como: recibos, cópias de cheques, cupons e/ou notas fiscais das referidas despesas.

Objetivos dos projetos

Os projetos elaborados pelo Lar Santa Clara de Assis têm como alvo principal os seguintes objetivos: - Oferecer ao idoso um olhar diferenciado, visando o desenvolvimento motivacional e sua solicitação. - Promover conhecimentos que auxiliem na prevenção de doenças e assim melhorar a saúde. - Realizar atividades que venham a contribuir para melhorar a mobilidade e a independência física. - Desenvolver uma metodologia participativa, visando o fortalecimento da autoestima e da capacidade de expressão voltada para o resgate da parentalidade e transgeracionalidade. - Contribuir para um processo de envelhecimento ativo e saudável. - Desenvolver potencialidades e capacidades para novos projetos de vida. - Promover sua convivência familiar e comunitária. - Proporcionar uma qualidade de vida para um envelhecimento ativo. - Promover a integração e o inter-relacionamento dos idosos internos. - Assegurar o espaço de encontros para os idosos e encontros intergeracionais. - Propiciar vivências que valorizem suas experiências e estimulem suas potencialidades. - Contribuir para o desenvolvimento da autonomia e protagonismo social dos idosos; - Resgatar valores culturais e tradições com fatores determinantes, contribuindo para um envelhecimento saudável e ativo.